quarta-feira, 29 de agosto de 2007

Pensamentos e perguntas

* Não estou fazendo nenhuma atividade física.

* Não voltei mais no aeroboxe nem no jiu-jitsu depois da primeira aula.

* Não sei se não aguento os horários, o local, os dias ou se é apenas mais duas coisas q eu comecei e não vou terminar. Ou vou?

* Tenho MUITA saudade de fazer spinning.

* Por ausência da Sibutramina há uns 4 meses, não existe, de fato, mais qq resquício de saciedade em mim. Não tenho mais essa sensação, mas tenho bom-senso na maior parte do tempo. A questão é q, em determinados momentos de fome e distração, eu como sem sentir, sem me dar conta, mesmo q não seja compulsivamente. Acabo passando mal, com com azia e uma espécie de refluxo.

* Mesmo q minha mente não possua os benditos neuroreceptores e neurorecaptadores produtores da sensação de saciedade, o meu corpo já não me permite as extravagâncias volumétricas de outrora. O problema é q mesmo q o estômago esteja com o volume necessário, a fome simplesmente não passa. Mesmo q eu saiba q não preciso de mais alimento, continuo com fome. E isso não tem nada a ver com gula ou compulsão. É fome mesmo.

* Minha insatisfação pessoal com todo esse processo de emagrecimento e platô, não-continuidade das atividades, excesso de coisas a fazer e total falta de organização para fazer tudo q é necessário, enfim, isso tudo está me deixando um tanto quanto surtada e neurótica. Isso não é força de expressão, é literal. Estou passando por uma fase de surto. Mais uma vez.

* Eu preciso de terapia.

* Por que as pessoas se expõe em blogs dessa maneira?

* Por que escrever aqui me ajuda a colocar as coisas mais coerentemente na minha cabeça?

* Por que não escrever em cadernos como eu fazia antigamente?

* Por que o contador do blog não pára de crescer e quase não tem comentários?

* Por que algumas pessoas comentam em blogs e não deixam uma forma dos autores entrarem em contato com elas?

* Por que eu não paro de escrever?

:)

Boa noite.

Beijocas!

3 comentários:

André Luiz Velloso disse...

É a isso que essa sociedade sórdida que nos obriga apenas a fazer aquilo que eles querem e nada do que queremos nos leva...

Silvia D. Schiros disse...

Cyça, duas coisas que talvez possam te ajudar: homeopatia e análise neurolingüística. Dá uma pesquisada e vê se tem a ver contigo. Existem também florais para uma pá de coisas, pode ajudar.

Zilá disse...

Deus te abençoe e que vc alcance todos seus objetivos! Zilá Machado