quarta-feira, 11 de março de 2015

Sobre a nova "rapidez" em se conseguir a liberação pra cirurgia bariátrica e a fábrica de fazer novos magros.

Sobre a nova "rapidez" em se conseguir a liberação pra cirurgia e a "fábrica de fazer novos magros".
Eu bati a meta com 9 meses e meio. E fiquei com 60 kg - 5 a menos da meta - depois de 1 ano de cirurgia. Mas entre o primeiro e segundo ano, engordei 5 kg. Mesmo me pesando diariamente, vendo diariamente a oscilação do peso gradativamente. Praticamente perdi todas minhas calças.
Segunda feira comecei a substituir meu no café da manhã por uma vitamina com proteína. Em 2 dias, baixei 1/2 kg. Mas será que vai continuar? Será que depois vou conseguir manter?
Hj eu acho é ótima essa "fábrica de fazer magro". Há quem reclame que hoje a liberação é muito rápida e quem não leva 1 ou 2 anos pra poder operar, como nós levamos, não vai estar preparado pra cirurgia. Quer saber o que descobri? Não faz diferença o tempo do pré-operatório ou o acompanhamento impecável (sqn) do pós. É gente demais pra acompanhar; é humanamente impossível a equipe dar conta. Hj eu vejo que a diferença é exclusivamente sua. O que você escolhe fazer depois de operar. Encontramos nosso grupo de apoio, e cada um encontra seu suporte se quiser realmente mudar de vida. Nós quisemos, nós queremos.
A cirurgia é a forma do mega emagrecimento rápido ainda que não se bata a meta. Acho justo que seja feita logo, a despeito de quem acredita que é preciso penar na tortura do tempo de espera pra dar valor à operação. Balela!!!!
Cada um que se resolva com seus problemas e corra atrás de se ajustar à nova vida. É o que fazemos. Porque se não fizermos assim, voltamos à estaca zero, à obesidade mórbida, ao desespero inicial. Se não fizermos, tudo vai por água abaixo. A cirurgia e a equipe são a cerejinha do bolo. O cirurgião é a mão abençoada. Mas não conte consigo não, pra ver o estrago...
Que os planos de saúde parem de ensebar, liberem logo e mais e mais gordos tenham a oportunidade de renascer na plenitude da palavra.
Quem tem fome, tem pressa. E quem é gordo, tem mais pressa ainda.

Nenhum comentário: