terça-feira, 1 de agosto de 2006

Semana Mundial de Amamentação



Ok! Eu sei q isso aqui é um blog sobre emagrecimento. E sei q ainda está em construção. Mas eu não poderia ficar de fora dessa blogagem coletiva sobre amamentação. É q de 01 a 07 de agosto será celebrada a Semana Mundial de Amamentação (SMAM) e a idéia da blogagem coletiva surgiu da Denise, do Síndrome de Estocolmo. Então vamos ao q interessa.

Eu tenho um filho lindo, q já tem quase 1 ano e 4 meses. E o amamento até hoje. O q não deveria provocar espanto em ninguém, já q pela Organização Mundial de Saúde (OMS), crianças devem ser amamentadas, pelo menos, até os 2 anos de idade. Só depois disso q se pode chamar de amamentação prolongada.

Uma vez escutei q a amamentação transforma mãe e filho em amantes. Eu não conseguia entender isso, até q o Ian nasceu. É q a amamentação realmente nos concede uma intimidade digna de amantes.

Eu não sei como é alimentar um bebê com mamadeira. O Ian nunca gostou de mamadeiras e, até hoje, só toma mingau ou leite (quando toma) no copo ou de colher. Qdo eu deixava leite ordenhado do meu próprio peito pra ele, até davam na mamadeira, mas ele nunca foi fã não. Fico me perguntando como é possível ser tão íntimo do próprio filho sem amamentá-lo; Não duvido q seja possível, mas não vejo como eu conseguiria.

Em alguns momentos sinto vontade de parar de amamentar. Tem hora q cansa, desgasta. Mas cada vez q me imagino sem ele pendurado, nossa! dá uma tristeza antecipada...

Não foi fácil chegar a quase 16 meses de amamentação. Escutei muita gente dizer q o meu leite era fraco, q o Ian precisava mesmo era de um bom angu... A amamentação exclusiva até os 6 meses de iadade foi conseguida à muito custo, pq meu pai não via a hora de encher o pequeno de carne, frutas, biscoitos e tudo o mais. Imaginem o meu primeiro filho, primeiro neto e primeiro sobrinho tanto do meu lado da família qto do Cacá. Imaginem q, com 1 mês de vida do Ian, viemos nós 3 morar na casa dos meus pais... Imaginem qual não foi minha dificuldade... E, olhe, meus pais incentivam a amamentação!!! Imaginem se não concordassem!

Há q se ter muita vontade, muita disposição e muito apoio. E eu tive! Eu tenho! E recomendo sempre a quem quer que me pergunte. E toda vez q digo ao Cacá que não aguento mais amamentar (sim, tem hora q cansa demais!), ele me responde q só concordará com o desmame depois dos 2 anos do Ian! A não ser, é claro, q o pequeno desista antes. Sinceramente, eu amo o apoio e o incentivo dele. Talvez, se ele não fizesse tanta questão, o Ian não estivesse no peito até hoje.

Algumas vantagens da amamentação:

- Aumenta o vínculo entre mãe e bebê;
- Aumenta a auto-estima do bebê;
- Previne a obesidade do bebê;
- O leite materno possui todos os nutrientes necessários para o bebê nos seus primeiros 6 meses de vida, inclusive água;
- É mais econômico;
- É o alimento mais prático para dar ao bebê, pois não precisa de recipiente nem de ser esquentado;
- Protege a mãe contra alguns tipos de câncer de mama e ovário;
- Ajuda a emagrecer;
- Ajuda a diminuir o sangramento no pós-parto e ajuda o útero a voltar ao tamanho normal;
- O ato de sugar auxilia no desenvolvimento das mandíbulas e dificulta o surgimento de problemas de fala;
- As mulheres que amamentam têm chances 4 vezes menores de contraírem osteoporose na velhice;
- Bebês que mamam no peito têm mais saúde e choram menos;
- Amamentação dificulta o aparecimento de cáries nos bebês.

E por aí vai!

Amamente seu filho vc também!

10 comentários:

Déia disse...

Ciça, adorei seu post!!
Também estou participando, e falei sobre amamentação prolongada.

Interessante que a definição de prolongada aqui seria depois dos 2 anos, já vi várias definições (depois dos 6 meses, ou 1 ano), e postei um trecho de um texto da Dra. Elsa Giuliani que diz que isso não é bem definido.

Enfim, adoraria tua visita no nosso blog, Lucas está com 3 anos e 3 meses e estamos indo para o caminho do desmame natural!

Beijos
Andréia

Ana disse...

Parabéns pelo depoimento!
Realmente requer esforço e dedicação, pelo visto, plenamente recompensados pelo sorrisão do teu filhote!

luma disse...

Seu blogue fala sobre emagrecimento? poizé, a mulher que amamenta perde os quilinhos extras adquiridos na gravidez. Lógico que para isso acontecer ela não pode comer tudo que tem vontade depois que amamenta.
Beijus

Roseane disse...

Vim conhecer e participar da blogagem coletiva...Muito legal!!!

Telma disse...

Muito bom o Post! As fotos estão lindas!
Beijos

Regina disse...

Parabens e continue firme! O seu bebe e' super fofo.

Bjs.

Regina

Ciça disse...

Estou de pé batendo palmas para vc por essa amamentação prolongada... podexá que ela ainda vai te ajudar na dieta, é só ter cuidado para não diminuir a produção. PARABÉNS

Flávia Simeoni Hiller disse...

Como é duro segurar a onda dos palpites de avós e amigos!!
Dá não sei o que, dá não sei que lá...
Putz, tb lutei pra ficar só no peito...
Saco né?!?!
Mas vale a pena, é bom demais amamentar!!!
Parabéns!!!

Renata disse...

Delícia de post, minha linda. Eu perdi a data mas vou ver se amanhã faço um tb lá no 'outros eus'. As fotos com o Ian mamando estão lindas. Seu pequeno está lindo. Vc é linda. bjoca!

Ellen disse...

oi, vim conhecer seu blog achei muito interessante, amentei meus dois filhos e amo tudo o que fala sobre o assunto..beijoos